Os 12 Trabalhos de HERCULES …ou da Mitologia para a fronteira entre Ciência e Arte
22 de novembro 2018 | 17h30 | ISCTE-IUL

 

CICLO DE ENCONTROS EXPERIÊNCIAS CULTURAIS

Os 12 Trabalhos de HERCULES…
ou da Mitologia para a fronteira entre Ciência e Arte

22 de Novembro | 17.30h
Auditório Caiano Pereira, ISCTE-IUL

Com António Candeias
Diretor do LABORATÓRIO HERCULES - HERANÇA CULTURAL, ESTUDOS E SALVAGUARDA,
Universidade de Évora

Comentário de Paulo Simões Rodrigues, CHAIA, Universidade de Évora

_____________________

O laboratório de HERCULES, criado em 2009, é uma infraestrutura de investigação da Universidade de Évora, dedicada ao estudo e valorização do património cultural, com especial enfase na integração de metodologias das ciências físicas e dos materiais em abordagens interdisciplinares. Situa-se em Évora, uma cidade Património Mundial da UNESCO, e compreende vários laboratórios com equipamentos de ponta com a capacidade de desenvolver investigação inovadora que compreende a análise in situ não destrutiva, microanálise, análise química de alta resolução e desenvolvimento de materiais e produtos inovadores, tornando-se único em Portugal e um dos mais atrativos do seu tipo na Europa.
 
António Candeias
Licenciado em Química Tecnológica e pós-graduado em Química Aplicada ao Património Cultural pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Doutorado e Agregado em Química pela Universidade de Évora. Especialista em Química de Superfícies e Ciências do Património, é Vice-Reitor para a Investigação e Desenvolvimento da Universidade de Évora, Professor Associado com Agregação no Departamento de Química da Escola de Ciências e Tecnologia e Diretor do Laboratório HERCULES da mesma Universidade, Coordenador Científico do Laboratório José de Figueiredo da Direção Geral de Património Cultural e Diretor da Plataforma Portuguesa da Infraestrutura Europeia em Ciências do Património (Infraestrutura ERIHS.pt) do Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico. É autor de mais de 200 artigos internacionais.

Paulo Simões Rodrigues
Doutorado em História da Arte, é Professor Auxiliar do Departamento de História da Universidade de Évora e Investigador Integrado do CHAIA - Centro de História da Arte e Investigação Artística da mesma universidade, do qual é Diretor desde 2012. Atualmente é também coordenador do Programa de Doutoramento FCT HERITAS - Estudos de Património (Universidade de Évora e Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa), adjunto da comissão de curso do doutoramento em História da Arte da Universidade de Évora, membro do Fórum UNESCO University and Heritage (Universidade Politécnica de Valencia) e da Association of Critical Heritage Studies. As suas principais áreas de investigação científica: História e Teoria da Arte dos séculos XIX e XX, Historiografia da Arte, História da Arquitetura e do Urbanismo (séculos XIX e XX), História e Teoria do Património. Para mais informações, ver: http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=0192834640227578

ISCTE FCT Portugal
W3C