Refugiados em Portugal nos inícios do Estado Novo
Novo CIES e-WP (227|2020) de Fábio Alexandre Faria

 

 

Refugiados em Portugal nos inícios do Estado Novo:
Movimento, controlo e repressão policial no contexto da Guerra Civil de Espanha (1936-1939)



Resumo:
O presente working paper pretende analisar a presença de refugiados em Portugal durante o período da Guerra Civil de Espanha, do ponto de vista da vigilância e da repressão que lhes foram movidas pelas autoridades policiais portuguesas, receando o regime salazarista que a população contactasse, de uma forma geral, com os estrangeiros, muitas vezes vistos como portadores de ideias entendidas como subversivas e que poderiam colocar em perigo a segurança e a ordem internas. Neste contexto, aborda-se ao longo deste artigo o aparelho de 3 vigilância fronteiriço que se encontrava em funcionamento nos inícios do Estado Novo, o qual constituía a primeira barreira à entrada de cidadãos indesejáveis em  Portugal, assim como as principais dificuldades enfrentadas pelas autoridades portuguesas no exercício dessa vigilância, nomeadamente a carência de efetivos, que levava à elaboração de diversos pedidos, solicitando o reforço de diversos postos de vigilância, resultando numa colaboração mais estreita entre as diferentes forças policiais. Neste sentido, este artigo pretende abrir novas perspetivas no domínio do estudo do fenómeno do refúgio em Portugal no contexto de um regime ditatorial e repressivo.

 

 

Documento completo aqui.

 

 


 

 

Fábio Alexandre Faria é licenciado em História Moderna e Contemporânea e mestre em História Moderna e Contemporânea, especialidade em Relações Internacionais, pelo Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, com a dissertação “Circulações Internacionais e Liberalismo. O Exílio Liberal Português, 1828-1832”. Em 2014 foi bolseiro de investigação no projeto “Controlo Social e Política Penal no Liberalismo Português, Reformas Nacionais, Circulações Transnacionais, c. 1820-1867”. É atualmente bolseiro de doutoramento pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia em História Moderna e Contemporânea, especialidade em Defesa e Relações Internacionais, tendo como instituição de acolhimento o Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES). 

W3C