João Ferreira de Almeida recebe Medalha de Mérito Científico
Professor emérito do ISCTE-IUL e investigador do CIES-IUL recebeu uma das 13 Medalhas de Mérito Científico atribuídas em 2018 pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

As Medalhas de Mérito Científico são atribuídas a individualidades nacionais ou estrangeiras pelo seu contributo para o desenvolvimento da ciência e da cultura científica em Portugal.

No decorrer do Encontro Ciência'18, evento que reúne anualmente investigadores portugueses e promove o debate alargado dos principais temas e desafios da agenda científica, o investigador do CIES-IUL João Ferreira de Almeida foi distinguido com uma Medalha de Mérito Científico entregue por Carlos Moedas, Comissário Europeu para a Investigação, Ciência e Inovação.

 

João Ferreira Almeida distinguido

 

 

Em 2016, a editora Mundos Sociais do CIES-IUL lançou a obra Sociologia e Sociedade. Livro de Homenagem a João Ferreira de Almeida, organizado por Fernando Luís Machado, Ana Nunes de Almeida e António Firmino da Costa, que conta com a participação de 37 autores de instituições universitárias de todo o país.

Encontre abaixo uma breve nota biográfica retirada do Livro de Homenagem a João Ferreira de Almeida.

 

"João Ferreira de Almeida nasceu no Porto em 1941. Licenciou-se em Direito, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1964 e, depois de cumprir serviço militar, integrou, em 1970, a convite de Sedas Nunes, o pequeno grupo de jovens investigadores que no então Gabinete de Investigações Sociais, hoje Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, relançou as ciências sociais e contribuiu decisivamente para a fundação da sociologia em Portugal, em bases científicas sustentáveis.

 

Em 1972, João Ferreira de Almeida acompanhou Sedas Nunes na entrada no ISCTE, acabado de criar, e foi no ISCTE que se doutorou, em 1984, e fez a agregação, em 1991, tendo passado a Professor Catedrático nesse mesmo ano. Além de um trabalho pedagógico e científico de quase quatro décadas no ISCTE, João Ferreira de Almeida desempenhou os cargos de gestão académica mais relevantes na instituição, Foi Presidente do Departamento de Sociologia, Presidente do Conselho Científico e, depois disso, Presidente do ISCTE, entre 1992 e 2005.

 

Fez parte do pequeno grupo fundador da Associação Portuguesa de Sociologia, da qual foi o primeiro Presidente, entre 1986 e 1990. Até assumir o cargo de Presidente do ISCTE, João Ferreira de Almeida manteve a sua ligação histórica ao Instituto de Ciências Sociais, no qual tinha atingido a categoria de topo de Investigador Coordenador. Fundou e foi o primeiro Diretor do Portuguese Journal of Social Science, de 1997 a 2010 e ajudou a criar o Observatório do Ambiente, que dirigiu entre 1996 e 2010.

 

Na investigação sociológica teve um papel pioneiro e constituiu-se como referência para sucessivas gerações de sociólogos e outros cientistas sociais, em domínios como a epistemologia e a metodologia, as classes sociais e desigualdades, as coletividades locais e os territórios, os valores e representações sociais, e o ambiente. Do trabalho, que até hoje continua, nestes domínios de investigação resultou uma extensa bibliografia de livros, artigos científicos e capítulos de livros, iniciada com um artigo publicado na revista Análise Social, em 1972.

 

No plano da avaliação, consultoria e aconselhamento científico, João Ferreira de Almeida colaborou com várias instituições nacionais e internacionais, destacando-se o seu papel no consórcio European Social Survey, a que está ligado desde o início e de cuja estrutura de aconselhamento científico faz parte presentemente.

 

Tendo-se reformado no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa em 2011, mantém atividade como professor em universidades privadas e como investigador do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL). É Professor Emérito do ISCTE-IUL desde 2016."

ISCTE FCT Portugal
W3C