Magda Nico
Email
Magda.Nico@iscte-iul.pt
Gabinete
D2.31
Telefone
217903007
Telefone (Ext:)
792261
Ligações externas
Resumo CV
Socióloga de longa duração, licenciei-me em Sociologia em 2001 na FCSH-UNL, tendo mais o concluído o Mestrado em Família e Sociedade (ISCTE-IUL, 2006), e a Pós-Graduação em Análise de Dados em Ciências Sociais (ISCTE-IUL, 2008). Concluí o meu Doutoramento e Sociologia no ISCTE-IUL sobre transições para a vida Adulta em Portugal e na Europa, onde segui a perspectiva crítica, teórica e metodológica do curso de vida.  Interesso-me e tenho-me debruçado sobretudo por temáticas como Trajetórias Sociais (nomeadamente dos Jovens), Métodos de Pesquisa Quantitativa e Qualitativa, Perspectiva do Curso de Vida, Sociologia da Família e Desigualdades Sociais.  Actualmente sou Investigadora do CIES-IUL. Em breve darei início ao contrato de Investigadora Auxiliar, posição ganha no concurso competitivo CEEC de 2017. Coordeno um projecto de Investigação Financiado pela FCT, intitulado "Vidas Vinculadas. Uma abordagem longitudinal, multinivel e mista ao curso de vida da familia", e co-coordeno um projecto financiado no mesmo concurso intitulado "Ecos biográficos: triangulação no estudo dos ... [ver mais]
Qualificações Académicas
Licenciatura em Sociologia, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, em 2001
Mestrado em Família e Sociedade, ISCTE.Instituto Universitário de Lisboa, em 2006
Pós-graduação em Análise de Dados em Ciências Sociais, ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, em 2008
Doutoramento em Sociologia, ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, em 2011
Áreas de Investigação
Perspectiva do curso de vida, Sociologia da Família, Transições para a Vida Adulta, Mobilidade Social, Métodos de investigação longitudinais, Análise de conteúdo
Grupos de Investigação
Família, Gerações e Saúde
Projetos
Publicações Recentes

Capítulo de livro

Alves, Nuno de Almeida, Nico, M. & Cairns, D. (2018). Jovens Portugueses na Europa: desigualdades de transições, de participação e de mobilidade. In Renato Miguel do Carmo, João Sebastião, Joana Azevedo, Susana da Cruz Martins e António Firmino da Costa (Ed.), Desigualdades Sociais: Portugal e a Europa. (pp. 149-164). Lisboa: Mundos Sociais.

Nico, M., Alves, N. de A., Ferrer-Fons, M., Serrancant, P. & Soler, R. (2018). Methodological challenges when involving children and young people in survey research on well-being. In Gary Pollock, Jessica OzanHaridhan GoswamiGwyther ReesAnita Stasulane (Ed.), Longitudinal Wellbeing of Children. (pp. 131-146). Cham: Springer.

Mihálik, J., Garaj, M., Sakellariou, A., Koronaiou, A., Alexias, G., Nico, M....Taru, M. (2018). Similarity and difference in conceptions of well-being among children and young people in four contrasting European countries. In Gary Pollock, Jessica Ozan, Haridhan Goswami, Gwyther Rees, Anita Stasulane (Ed.), Measuring Youth Well-being How a Pan-European Longitudinal Survey Can Improve Policy. (pp. 55-69). Cham: Springer.

Nico, M. (2018). Young people as microcosms of the Portuguese crisis. In Charalambos Tsekeris, Lily Stylianoudi (Ed.), Youths in Challenging Situations: International and Interdisciplinary Perspectives.: Routledge.

Casimiro, C. & Nico, M. (2018). From object to instrument. Technologies as tools for family formation and family research. In Families and technologies over the life course.: Policy Press.

[ver mais]
Comunicações
Informação transferida do Ciência-IUL
ISCTE FCT Portugal
W3C