2017

Noite Europeia dos Investigadores 2017

Dia 29 de setembro, das 18h00 às 24h00

 

Na edição de 2017, o CIES-IUL participou com três atividades: 

 

Showcooking "Coentros e Garam Masala"

Em parceria com o Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA-IUL)

Local: Museu Nacional de História Natural e da Ciência ULisboa

 

Nesta atividade foi confecionado um prato do livro de receitas de Bina Achoca, "Coentros e Garam Masala. Uma cozinha Indiana-Gujarati em Portugal". A autora das receitas esteve presente, bem como a antropóloga que recolheu as receitas e uma investigadora antropóloga que estudou as práticas de consumo asiático no ocidente. A atividade pretendeu trazer a público, através da cozinha, a relação entre investigadoras e interlocutores privilegiados no trabalho de campo etnográfico.

  

Investigadoras: Rita Ávila Cachado, Inês Lourenço e Bina Achoca

 

Momentos

    

 

 

 

Café Ciência "As desigualdades em Portugal e na Europa"

Local: Museu Nacional de História Natural e da Ciência ULisboa

 

Debate sobre as desigualdades contemporâneas em Portugal e no contexto internacional, tendo em conta os dados e indicadores de que dispomos sobre esta temática. Apresentou-se uma abordagem multidimensional na qual se identificaram os recursos e os setores onde se verifica a maior persistência das desigualdades sociais. O debate teve um foco especial sobre o período da crise de 2008 até aos dias de hoje e uma demonstração do impacto desta nos níveis de desigualdade e de pobreza.

 

Investigadores: Renato Miguel do Carmo e Ana Rita Matias

 

Momentos

 

  

 

Café Ciência "Religião e Violência no Islão Contemporâneo"

Local: Príncipe Real

 

Este café ciência teve como ponto de partida os estudos sobre as religiões e a violência nas abordagens das Relações Internacionais, procurando a partir daí compreender o jihadismo tal como hoje se manifesta num mundo fragmentado e em conflito. Os intervenientes partiram também de uma análise histórica da Jihad, tal como surgiu no Islão fundacional, para procurar compreender como a Jihad é vista e vivida fora e dentro das sociedades muçulmanas.

  

Investigadores: Bruno Cardoso Reis, Faranaz Keshavjee e Nuno Lemos Pires

 

ISCTE FCT
W3C