2009
ser sociólogo

Ser Sociólogo/a por 15 dias
13-24.07.2009

Resumo das actividades

 

O inquérito por questionário

Bernardo Coelho e Paula Jerónimo

O tema da atividade que desenvolvemos com os jovens foi O inquérito por questionário. Propusemos como tema da investigação a ser desenvolvida a "Articulação entre a esfera do trabalho profissional e as exigências e responsabilidades familiares". Através da apresentação das perguntas de partida, os jovens construíram algumas hipóteses de investigação que posteriormente foram testadas, mediante a análise e a interpretação de dados do European Social Survey, nomeadamente, os rotativos ao módulo rotativo "Família, Trabalho e Bem-estar" do round 2 (2004).

Retratar jovens estudantes: percursos e experiências no ensino superior

Ana Isabel Couto e Ana Caetano

Como é que conseguimos perceber e explicar que jovens de idades semelhantes tenham percursos escolares diferentes? O que pode contribuir para que alguns alunos sejam melhor sucedidos na escola que outros? Porque é que alguns jovens chegam mesmo a abandonar o ensino? Dando voz aos seus principais protagonistas, os estudantes, procurou-se dar conta da pluralidade de visões sobre a problemática do sucesso, insucesso e abandono no ensino superior. Através do contacto com entrevistas a jovens estudantes, as participantes foram convidadas a, conjuntamente, procurarem os fatores que mais influenciam os percursos escolares. Esta atividade consubstanciou-se na realização de um pequeno retrato sociológico.

Etnografia

Ines Pereira

O propósito desta atividade é familiarizar os jovens estagiários com a etnografia, treinando o 'olhar etnográfico'. Este ano, o tema escolhido foram os bairros do centro de Lisboa, Assim, todo o grupo passou um dia no Chiado e no Bairro Alto procurando observar os tópicos previamente inscritos no guião de observação, sobre os diferentes tipos de pessoas que frequentam esses espaços, bem como os diferentes estabelecimentos comerciais que aí se podem encontrar. Os jovens registaram num pequeno diário as suas observações e no final do dia confrontaram-nas de forma a poderem escrever um pequeno texto síntese sobre o que tinham observado.

Desigualdades sociais em Portugal

Renato Carmo e Frederico Cantante

As desigualdades sociais são multidimensionais e raramente se cingem a um único fator, podemos falar de desigualdades em vários âmbitos: face ao emprego, rendimentos, escolares, qualificações e competências, género, étnico-raciais, etárias, saúde, entre outros. Esta multidimensionalidade representa um dos traços mais marcantes das sociedades contemporâneas. A sociedade portuguesa não foge a este quadro geral. Os progressos indiscutíveis verificados, a múltiplos níveis, nas últimas décadas, não impediram a persistência de formas tradicionais de desigualdade, enquanto outras surgiram ou tornaram-se mais visíveis e intoleráveis no curso do trajeto de desenvolvimento e modernização do país. O Observatório pretende, assim, estudar as desigualdades a partir de diferentes dimensões de análise, visando, para o efeito, a comparação de informação e de dados estatísticos entre diferentes contextos internacionais.

Desenvolvimento de uma pesquisa (trabalho de equipa)

Elisabete Rodrigues

Apresentação Pública dos resultados da pesquisa

Participantes

Produto(s)

Inquérito sobre representações e atitudes dos lisboetas face à homossexualidade_trabalho final dos participantes.pdf

 

Foto

foto 2012

ISCTE FCT
W3C