OCJF 2017

2018 |  2017 2016 2015 |  2014 |  2013 |  2012 |  2011 |  2010 |  2009 |  2008 |  2007 |  2006 |  2005 |  2003

 

ser sociólogo

Ser Sociólogo/a por 15 dias
10-21.07.2017

 

Resumo das atividades

 

Um centro de investigação em Sociologia?

Breve apresentação pelo Gabinete de Comunicação e Planeamento

Peddy Paper e sessão de apresentação do NESISCTE (Núcleo de Estudantes de Sociologia do ISCTE-IUL)

 

Entrevista e Focus Group

Investigadoras: Anne Schippling e Rita Mourão

A entrevista é uma forma de comunicação verbal, em que o entrevistado reconstrói ativamente experiências, acontecimentos, ações ou conhecimentos. Nesta atividade serão introduzidas noções básicas da técnica da entrevista qualitativa e perspetivados diferentes tipos de entrevista. As questões relativas à construção de guiões, transcrição e análise da entrevista qualitativa também farão parte da atividade. O Focus Group ou “Grupos de Discussão Focalizada” consiste na realização de entrevistas em grupo que permitem que várias pessoas partilhem diferentes pontos de vista sobre uma determinada temática. Neste caso, fomenta-se a discussão entre os participantes, possibilitando assim a análise das interações pessoais que se estabelecem entre os mesmos. Trata-se de uma técnica de caráter qualitativo.

 

Método Experimental

Investigadores: Cláudia Santos e Vicente Valentim

O método experimental tem como objetivo isolar o efeito de uma variável, pela sua manipulação num contexto controlado pelo investigador. Através da divisão dos indivíduos em grupos e da exposição dos vários grupos a diferentes estímulos, permite aferir se as diferenças produzidas numa dada variável se devem à variável manipulada pelo investigador.

 

Etnografia

Investigadores: Ricardo Bento e Rui Telmo Gomes

Como observar o social? O que é a “observação participante”? Como relatar e analisar aquilo que foi observado? Depois da apresentação de alguns métodos qualitativos de investigação no terreno, será escolhido um “campo” onde iremos observar situações sociais quotidianas, umas mais óbvias outras mais surpreendentes. A discussão de diferentes formas de observar e relatar encerra o dia dedicado à etnografia.

 

Análise de dados

Investigadoras: Augusta Correia, Carlota Veiga e Mariana Duarte

A análise de dados quantitativos tem ganho cada vez mais relevância no estudo de fenómenos sociais. A cada vez maior quantidade de dados disponíveis por meio da investigação ou da internet (ex. redes sociais, institutos governamentais, organismos internacionais) permite nos ter acesso a um conjunto de informação fundamental para melhor compreender a realidade dos fenómenos sociais. Assim, nesta atividade, teremos oportunidade de falar sobre algumas fontes de informação de dados quantitativos. Abordaremos também algumas técnicas de análise de dados com destaque para os erros mais comuns na sua interpretação. A atividade terminará com algumas formas de apresentação dos resultados obtidos durante a análise.

 

Técnicas de apresentação em contexto académico

Investigadora: Rita Mourão

As técnicas de Comunicação Interpessoal/Profissional tendem a ser, cada vez mais relevantes para o quotidiano de um investigador. Isto porque este terá de apresentar o seu trabalho em diferentes Conferências/Congressos, quer a especialistas, quer para o público em geral. Esta sessão terá, então, como objetivo dar a conhecer alguns métodos e técnicas de preparação e condução de comunicações orais, de forma a que seja possível perceber quais os meios mais adequados a utilizar.

 

Desenvolvimento de uma pesquisa (trabalho de equipa)

Investigadoras: Britta Baumgarten e Inês Pereira

Na segunda semana de atividades, os jovens viverão a experiência de ser investigador. Integrados numa equipa de investigação, terão oportunidade de desenvolver um projeto de pesquisa sociológica, definindo o tema e o objeto de estudo, escolhendo a metodologia mais adequada e as técnicas de pesquisa, recolhendo e analisando os dados. No final, os resultados serão apresentados numa sessão pública, aberta a toda a comunidade científica do CIES-IUL.

 

Apresentação Pública dos resultados da pesquisa

Participantes

ISCTE FCT
W3C