Caminhos escolares de jovens africanos (PALOP) que acedem ao ensino superior
Resumo

Principais objetivos da pesquisa: i) identificar a variação na presença (relativa) dos jovens estudantes no ensino superior português com origem nos PALOP (2001-2011); ii) comparar as probabilidades de um jovem com origem nos PALOP aceder ao ensino superior com as de um jovem autóctone na mesma condição social; iii) conhecer os trajetos de vida do “segmento” específico de jovens específicos com origem nos PALOP que, revelando desvantagens socioeconómicas de partida, acedem ao ensino superior, concretizando um percurso escolar de “contratendência” e iv) produzir recomendações para a promoção do acesso e sucesso escolar no ensino superior, mas também para a monitorização dessa realidade.

 

 

A pesquisa desenvolveu-se com recurso a uma abordagem multi-método. Numa vertente extensiva, contemplou a análise de diferentes fontes secundárias de dados estatísticos e na vertente intensiva, realizaram-se entrevistas biográficas a 17 jovens que, pertencentes a um “segmento” específico dos imigrantes e descendentes de imigrantes dos PALOP com condições socioeconómicas adversas de partida, realizaram trajetos de escolarização “bem-sucedidos” e ingressaram no ensino superior.

Date de Início
2014-07-01
Date de Fim
2015-06-30
Informação transferida do Ciência-IUL
ISCTE FCT
W3C