Envolvimento do Público em Ciência e Tecnologia por Organizações Académicas
Resumo

O Envolvimento do Público (EP) em C&T tem-se tornado uma atividade crucial para as organizações académicas e de pesquisa. Apesar de a comunicação entre académicos, universidades e o público não ser algo de novo, ganha contornos de urgência num mundo de ciência global e de concorrência entre as universidades por alunos, staff e financiamento. Isto, juntamente com a expectativa, pela parte do Estado e financiadores, de que a investigação aborde os problemas económicos e sociais [1, 2, 3], resultou em pressão acrescida sobre a demonstração do impacto da investigação na sociedade. A investigação sobre atividades de EP tem-se centrado em cientistas [4-7], sendo insuficiente sobre as estruturas institucionais de comunicação de ciência. A nossa investigação em curso (2016-18) tem contribuído de forma inovadora para preencher esta lacuna, mapeando a comunicação ao nível das instituições de pesquisa (IP) (nível meso) no seio de organizações académicas em 10 países [8, 9]. A nossa pesquisa sugere que, estruturas de comunicação estão a emergir ao nível das IP (meso), levantando também diferenças em termos de atividades e objetivos. Isto aponta, a priori, para uma tendente descentralização das comunicações centrais nas instituições, mas precisa de ser mais estudado. Mas sabemos pouco acerca do que passa ao nível central de comunicação [10]. Mais, não existem dados comparáveis entre os níveis meso e central que permitam uma compreensão plena da realidade da comunicação institucional. As práticas das IP por si só não refletem o todo da instituição, o que torna urgente compreender as atividades de comunicação ao nível central, sendo de crer que a investigação na área terá um forte impacto na academia e na definição de políticas. O projecto proposto 'OPEN' - Organisational Public ENgagement (2018-20) pretende suprir esta necessidade debruçando-se sobre as estruturas das comunicações centrais e das relações com meso estruturas. Será aplicado um questionário a uma amostra representativa de instituições em Portugal, Reino Unido, Itália e Alemanha para mapeamento de recursos (financiamento, staff) e políticas de EP, valores e funções da comunicação (marketing, RP), entraves, entre outros. Pretende-se também desenvolver indicadores para o levantamento do EP institucional. A equipa reúne colaboradores do projeto de 2016-18, peritos em inquéritos alargados e com conhecimento do contexto local para a inquirição em cada país. Haverá 2 tipos de contributo deste projeto para a literatura; 1) mapeamento das atividades de comunicação central nos vários países, e comparação internacional; e 2) produção de modelos multinível combinando dados novos (centrais) com os já existentes (meso). Será o primeiro trabalho empírico deste género, tendo ainda impactos a nível político, institucional e societal, com produção de informação útil para instituições egovernos para criação de políticas e práticas para um melhor envolvimento da sociedade na pesquisa.

Date de Início
2018-11-16
Date de Fim
2021-11-15
Informação transferida do Ciência-IUL
ISCTE FCT Portugal
W3C