Ressurgir: narrativas de superação de crises biográficas na literatura de autoajuda
Resumo

O presente projeto de investigação pretende dar continuidade à pesquisa realizada no 1º triénio da bolsa de pós-doutoramento. Inicialmente foram analisadas as experiências pessoais de crises biográficas nas suas diferentes dimensões, tendo sido dada especial atenção à sua origem, aos seus momentos e às suas consequências nas vivências individuais. Esta pesquisa assentou num tipo de discurso que remete para experiências relatadas na primeira pessoa e que foi produzido em contexto de investigação. Mas existem outros tipos de discursos sobre crises biográficas que circulam amplamente nas sociedades contemporâneas e que ilustram, e simultaneamente contribuem para produzir, ideias sobre o que fazer face a uma situação difícil no percurso biográfico. A literatura de autoajuda, em clara expansão e com ampla popularidade, constitui um desses mecanismos que gera e dissemina estratégias (mais especializadas ou de senso-comum) para ultrapassar momentos disruptivos. Assume, por isso, a maior importância compreender em que consiste esse tipo de apoio mais individualizado e menos formalizado, nomeadamente em termos dos mecanismos cognitivos que procura estimular junto de quem vive uma situação de crise. O passo seguinte na pesquisa passa então agora por compreender as narrativas de superação de crises biográficas, por via da análise de um tipo de discurso distinto, complementar aos discursos na primeira pessoa já analisados no 1º triénio: os que são produzidos pela literatura de autoajuda. A componente metodológica da pesquisa assenta fundamentalmente na análise de conteúdo de livros de autoajuda que facultam orientações no sentido de os indivíduos ultrapassarem momentos particularmente difíceis nas suas vidas.

Date de Início
2018-12-01
Date de Fim
2019-03-31
Informação transferida do Ciência-IUL
ISCTE FCT Portugal
W3C