Medicamentos e Pluralismo Terapêutico: consumos, lógicas e racionalidades sociais
Resumo

 

O projecto de investigação que nos propomos realizar visa contribuir para o aprofundamento do conhecimento sociológico sobre as lógicas e racionalidades em que se inscreve o actual pluralismo terapêutico disseminado nos universos leigos. Concretamente, pretende-se conhecer, a partir das vivências reais quotidianas, os critérios que presidem à opção entre possibilidades terapêuticas farmacológicas e não farmacológicas. Designadamente, conhecer quais os critérios leigos de credibilidade das fontes de informação, assim como os critérios de eficácia terapêutica e de avaliação das probabilidades de risco, que presidem às práticas adoptadas. Como corolário, pretende-se dar visibilidade ao conteúdo social e á natureza construída dos saberes leigos que alicerçam e (auto) legitimam as opções de gestão terapêutica.

Date de Início
2007-09-01
Date de Fim
2009-12-31
Parceiros Externos
CIES-IUL - Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Informação transferida do Ciência-IUL
ISCTE FCT
W3C