Ciência Aberta: Investigar, Publicar e Divulgar Ciência na Sociedade em Rede
Resumo

O surgimento do Open Access como modelo de publicação científica pode representar um factor de mudança de paradigma, não só da própria publicação, mas também dos próprios modelos de investigação, processos de financiamento e, em última análise, nos próprios modelos de ensino e relação da população com os conteúdos científicos e culturais. Essa mudança poderá ocorrer uma vez que, entre os investigadores das diferentes áreas da ciência, das life sciences às humanidades, estará em formação um movimento social embrionário protagonizado pelos próprios produtores de ciência e que tem como objectivo alterar os modelos de publicação e acesso à informação científica seja ela produto final de investigação ou matéria prima de investigação. Exemplos disso serão movimentos como o Open Access, Science Commons\Creative Commons, a criação de Journals Online de acesso livre e o desenvolvimento de projectos Open Source como o PKP (Universidade de British Columbia). O objectivo deste estudo é o de situar essa ocorrência, no campo da ciência, num movimento mais vasto que tem na organização social da sociedade em rede, na ética hacker e no movimento Open Source as suas géneses. Questionando assim, quais serão as implicações para a produção científica, para a ciência e seus produtores, bem como para a sociedade e sua relação com a ciência.

Date de Início
2008-07-16
Date de Fim
2010-05-31
Informação transferida do Ciência-IUL
ISCTE FCT Portugal
W3C