El recurso a la violencia política en las transiciones hacia la democracia en España y Portugal (1968-1986): estrategias, discursos e impacto en los procesos politicos
Resumo

A intenção do presente projecto é prolongar a análise dos fenómenos da violência política no marco histórico da terceira vaga democratizadora e estudar como se comportam e acomodam nesse contexto os grupos e os sectores protagonistas, aprofundando o conhecimento da gestação e do desenvolvimento de ditos grupos, enquanto condicionantes dos processos de transição e de mudança política em Espanha e em Portugal. Neste sentido, a cronologia de estudo oscila entre 1968 e 1986, abrangendo a análise dos grupos violentos, tanto de extrema esquerda como de extrema direita, bem como dos comportamentos dos estados espanhol e português nessa conjuntura, e a sua atitude em relação à violência de intenção política (oposição, cumplicidade, estímulo, etc.), o que permite aprofundar a sua disposição perante os processos de democratização.

 

Date de Início
2014-02-01
Date de Fim
2016-12-31
Parceiros Externos
CIES-IUL - Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Informação transferida do Ciência-IUL
ISCTE FCT
W3C