Medicamentos e suplementos alimentares em consumos de performance: práticas sociais, contextos e literacia
Resumo

 

O uso de medicamentos, suplementos alimentares e outros produtos naturais, para a melhoria do desempenho, físico, intelectual e social – aqui designados de consumos de performance – é uma prática em crescimento nas sociedades atuais. Trata-se de um fenómeno socialmente complexo, que evidencia uma mudança no uso convencional dos recursos terapêuticos para além das fronteiras da saúde e da doença. No presente projeto, pretende-se captar as dinâmicas sociais deste moderno fenómeno, analisando os consumos de performance a partir dos contextos que os suscitam. Trata-se de redirecionar o enfoque analítico – em geral dirigido aos consumos - para a contextualidade social que estrutura o quotidiano dos sujeitos. O objeto central da pesquisa consiste nas práticas e disposições de adesão aos consumos de performance em segmentos populacionais inseridos em contextos sociais específicos; a literacia e as fontes de informação usadas nos diferentes tipos de consumos completam a abrangência do enfoque visado.

O campo empírico é constituído por três grupos profissionais associados a contextos de elevada pressão para o desempenho. O estudo centra-se nas regiões de Lisboa e Porto. Para o trabalho de campo recorre-se ao modelo de métodos mistos: grupos focais, inquérito por questionário e entrevistas semi-diretivas. Complementarmente, será feita uma replicação parcial do questionário previamente usado nos estudos de caso, circunscrita aos padrões de literacia e fontes de informação, a ser aplicado em farmácias e lojas dietéticas, a uma amostra de consumidores de produtos de performance. Pretende-se assim ampliar o enfoque analítico sobre esta outra dimensão do estudo. Entende-se que os resultados desta pesquisa respondem a imperativos de ordem diversa. Contribuem para o aprofundamento sociológico de um fenómeno emergente, sobre o qual escasseiam estudos de base empírica. Deixam disponível um conjunto de indicadores relevantes no suporte às políticas laborais de melhoria do ambiente social do trabalho. Operacionaliza a literacia numa perspetiva pluridisciplinar, ampliando a perceção cientifica sobre o tema e sobre as condições para a cidadania nesta matéria.

 

Equipa de investigação:

 

Noémia Mendes Lopes, Investigadora Responsável (CIES-IUL, Egas Moniz CRL)

Ana Isabel Fernandes, Co-investigadora Responsável (Egas Moniz CRL)

 

Carla Rodrigues (CIES-IUL)

Carlos Manuel Gonçalves (ISFLUP, Universidade do Porto)

Catarina Egreja (Egas Moniz CRL)

David Tavares (CIES-IUL, ESTeSL-IPL)

Elsa Pegado (CIES-IUL, Egas Moniz CRL)

Hélder Raposo (CIES-IUL, ESTeSL-IPL)

Joana R. Zózimo (Egas Moniz CRL)

Sara Melo (ISFLUP, Universidade do Porto)

 

Consultores: 

 

Anita Hardon (University of Amsterdam)

Jonathan Gabe (Royal Holloway, University of London)

 

 

 

Date de Início
2018-10-01
Date de Fim
2021-09-30
Parceiros Externos
Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior
Universidade de Porto
INFARMED - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P.
Associação Nacional das Farmácias
Informação transferida do Ciência-IUL
ISCTE FCT Portugal
W3C