Heider Pinto
Heider Pinto

Universidade Federal do Rio Grande
do Sul (UFRGS) e Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Brasil

 

Grau Académico:

Doutorando em Políticas Públicas

 

E-mail:

heiderpinto.saude@gmail.com

 
Projeto de Investigação:
O que tornou o Porgrama Mais Médicos possível? Análise da formação da agenda e do processo de formulação do Programa Mais Médicos
 
Supervisora:
Graça Carapinheiro


Trata-se de uma pesquisa qualitativa, estudo de caso, sobre o Programa Mais Médicos – a maior iniciativa do Estado brasileiro para prover médicos em áreas com necessidades e ampliar e mudar a formação médica no Brasil – cujo objetivo geral é “analisar quais atores e suas ideias participaram do processo que conduziu à inserção na agenda governamental do problema da ampliação da oferta de cuidados médicos no SUS, da mudança da formação médica no Brasil e do processo de formulação e reformulação do Programa Mais Médicos como solução”. Os objetivos específicos são: “analisar por que e como o problema de política pública objeto do PMM entrou na agenda das políticas de saúde e da macropolítica nacional; identificar quais foram os atores individuais e coletivos que participaram com maior relevância no processo de construção de agenda e formulação e reformulação do PMM e investigar seus posicionamentos, interesses, ideias e modos e locais institucionais de atuação; analisar o processo de formulação do programa, incluindo conflitos e formação de alianças sólidas ou temporárias, seus objetivos, formato enquanto política pública, arranjo institucional e investigar por que prevaleceu a forma e conteúdo com o qual foi implementado; e analisar a continuidade do processo de construção e disputa da agenda e formulação do programa ao longo de sua implementação com especial atenção ao choque externo que deslocou a coalizão então responsável pela implementação da política.” 
 
 
W3C