Plano Nacional das Artes
Instrumento de medição previsto no PNA será desenvolvido em parceria com o OPAC

 

Desenvolvido pelas áreas governativas da Cultura e da Educação, o Plano Nacional das Artes (PNA) tem como objetivo tornar as artes mais acessíveis aos cidadãos, em particular às crianças e aos jovens, através da comunidade educativa, promovendo a participação, fruição e criação cultural, numa lógica de inclusão e aprendizagem ao longo da vida. Pretende incentivar o compromisso cultural das comunidades e organizações e desenvolver redes de colaboração e parcerias com entidades públicas e privadas, designadamente, trabalhando em articulação com os planos, programas e redes pré-existentes.

 

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca sublinhou a importância das propostas do plano, nomeadamente a criação de um Índice de Impacto Cultural das Organizações, "para medir o impacto cultural como se mede o impacto ambiental".

 

Este instrumento de medição previsto no PNA será desenvolvido em parceria com o CIES-IUL, através do Observatório Português das Atividades Culturais (OPAC).

 

À semelhança dos Índices de Impacte Ambiental, vai parametrizar e quantificar o impacto cultural das organizações (desde municípios a empresas privadas), promovendo e dando visibilidade ao contributo das artes e do património na qualidade de vida das comunidades. O Plano propõe valorizar projetos com as comunidades, apoiando práticas artísticas a desenvolver com escolas, comunidades específicas ou excluídas, aproximando a arte e o património dos cidadãos, em particular das crianças e jovens.

 

 

 

Documentos


Estratégia do Plano Nacional das Artes 2019-2024

 

Notícias


Apresentação pública da estratégia do Plano Nacional das Artes / DGE

 

Ministra da Cultura quer mobilizar todo o país no "impacto transformador das artes" / RTP Notícias

ISCTE FCT Portugal
W3C