Práticas éticas e cognitivas de adesão à sociologia fora da academia
CIES e-WP 228/2020 de Sara Franco da Silva

 

 

Práticas éticas e cognitivas de adesão à sociologia fora da academia



Resumo:
Assumindo a Sociologia nas suas três componentes – ciência, formação e profissão – procurou-se refletir acerca das configurações da cultura e identidade profissional dos sociólogos que exercem a sua atividade fora da academia. Para tal, recorreu-se a uma análise de carácter qualitativo, tendo sido utilizadas enquanto corpo empírico do estudo 19 entrevistas semiestruturadas dirigidas a sociólogos detentores de experiências e situações profissionais diversas. Os principais objetivos deste trabalho assentaram em entender práticas, princípios e representações de adesão ou de distanciamento à Sociologia preconizadas pelos sociólogos que exercem a sua atividade em contextos que extravasam os típicos papéis de “investigador” ou “professor universitário”. Neste sentido, analisaram-se questões relacionadas com a sua auto e hétero representação profissional, mas também as suas representações acerca da Sociologia e dos sociólogos. Analisou-se também em que medida a Sociologia e os conhecimentos e princípios científicos adquiridos na formação se mantêm enquanto referência destes indivíduos no desempenho da sua atividade profissional e as relações de proximidade e distanciamento que estabelecem face ao código deontológico dos sociólogos e o seu envolvimento em estruturas associativas da Sociologia. Por último, identificam-se os fatores que poderão explicar a maior ou menor adesão à Sociologia por parte dos sociólogos entrevistados.

 

 

Documento completo aqui.

 

 


 

Sara Franco da Silva, licenciada em Sociologia e mestre em Ciências do Trabalho e Relações Laborais pelo ISCTE. Tem trabalhado, no âmbito do mestrado, a problemática do trabalho e profissões, tendo defendido a dissertação de mestrado “A Sociologia enquanto Campo de Profissionalização”. Enquanto assistente de investigação no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (ISCTE) tem trabalhado sobre a temática das desigualdades sociais, territórios e bem-estar em Portugal e na Europa.

ISCTE FCT Portugal
W3C